Perguntas Frequentes

Perguntas Frequentes

1) Como foi a concepção do Fundo JBS pela Amazônia?
a JBS ouviu os Times internos, além de acadêmicos, empresários do agronegócio, instituições financeiras, iniciativa pública e privada. Esse é um movimento de dentro para fora da JBS. Um passo do qual a Compania se orgulha e, com toda a humildade, apresenta à sociedade.
2) Qual foi o critério para chegar a esses R$ 250 milhões?
A definição dos R$ 250 milhões, com a possibilidade de chegar a R$ 500 milhões a partir do caixa da JBS, dependendo da entrada de doações de outros parceiros, obedeceu a critérios técnicos a partir de um primeiro diagnóstico dos integrantes do Conselho de Administração do Fundo JBS pela Amazônia.
3) Como foram escolhidos os integrantes do Conselho Consultivo e do Comitê Técnico?
São pessoas de destaque em suas áreas de atuação, todas com conhecimento profundo do Bioma Amazônico, muitas delas com um trabalho de fôlego em todos os estados da Amazônia Legal. As indicações vieram de institutos de pesquisa, ciência e terceiro setor.
4) Eles serão remunerados?
Todos os integrantes do Conselho Consultivo e do Comitê Técnico vão participar de forma pro bono, sem receber nada por essa atividade.
5) Os recursos doados para o Fundo terão benefício fiscal? Como serão contabilizados?
O Fundo JBS pela Amazônia não tem objetivo de benefício fiscal. A causa de conservação e preservação do Bioma Amazônico é muito maior. Mas é importante dizer também que o Fundo vai seguir a legislação brasileira e poderá, dependendo do projeto que apoie, desfrutar de algum benefício, que será revertido ao próprio projeto e a quem fizer a doação, a JBS ou outros stakeholders que empenhem recursos no Fundo.
6) Tenho dúvidas sobre o Fundo JBS pela Amazônia, quero contribuir com o Fundo ou apresentar meu projeto para receber investimento. Como devo fazer?
Para esclarecer dúvidas, contribuir ou apresentar seu projeto para o Fundo JBS pela Amazônia, preencha o formulário a partir do menu Contato.